sapo24
  • 5
  • 1
A tecnologia entretém muita criança. Para que é que nos vamos estar a preocupar?

Aos cinco anos eles já dominam as plataformas tecnológicas como ninguém, mas "ainda tenho pais a dizer que o computador e o telemóvel são para estudar. Isso é um mito”, sentencia Ivone Patrão, psicóloga, especialista em dependências online. A tecnologia não nos faz mal à cabeça: entretém, aproxima, mas também pode isolar, ferir. E não é só um problema dos mais novos. Quando falamos de saúde mental a dez anos, temos de mudar o chip.

17 Jan 2020

1532 Visualizações

  • 0
  • 0
Sabes o que é que também estraga o ritmo de jogo? Jogadores a fingirem lesões

Imaginar o futuro do futebol sem "o melhor jogador de todos os tempos" não será fácil, mas não falta talento em Portugal e — por maiores que sejam os sapatos a calçar (ou as chuteiras) — João Félix está em linha para ser a próxima grande marca, diz Pedro Pinto. Mas não chega, os clubes "têm de parar de destruir o seu próprio produto” e discutir à séria a centralização dos direitos desportivos. E sobre o VAR? “Não faz sentido tu em casa poderes ver a verdade do jogo e o árbitro não”.

15 Jan 2020

1105 Visualizações

20/30, 2030, cristiano, futebol, félix, joão, pedro, perguntas, pinto, ronaldo

  • 0
  • 1
“A pior doença que uma pessoa pode ter é ser pobre”

A igualdade no acesso à saúde é "inegociável" para Céu Mateus, professora catedrática da Universidade de Lancaster e especialista de Economia da Saúde. Mas que saúde será essa? Implicará escolhas, não começa na sala de espera do hospital e será definida mais pelos valores que defendemos do que pelo dinheiro que temos disponível. "Vamos todos morrer", isso é certo, seja com 80 ou com 120 anos, a grande questão é o quão bem vamos viver (ou envelhecer).

15 Jan 2020

1974 Visualizações

20, 20/30, 2030, céu, mateus, perguntas

  • 11
  • 1
“Ok, eu mostro, mas não a cara”

Eu confio porque amo. A premissa é sempre a mesma, face a face ou à frente de um ecrã. Mas as famílias já não são iguais, há novas formas de viver a intimidade, o consentimento é palavra-chave ou palavra-travão e a violência também assume outros contornos. Não há problema nenhum em cair de amores nas redes sociais, diz Daniel Cotrim, psicólogo da APAV, mas é preciso estar informado e fechar menos os olhos ao que se passa aqui ao lado.

13 Jan 2020

2634 Visualizações

20, 20/30, 2030, apav, cotrim, daniel, daqui, perguntas, sapo24

  • 1
  • 2
"O medo é terra fértil e é preciso muito pouco para ele cresça"

Todos os processos de mudança trazem desconforto e o medo precisa de pouco para crescer. É "terra fértil", diz-nos Pedro Neto, diretor executivo da Amnistia Internacional Portugal. Mas, otimista ou utópico, acredita numa sociedade multicultural, respeitadora da diferença, onde os direitos humanos são o alicerce da paz. Afinal, "ninguém gosta de viver sozinho".

13 Jan 2020

473 Visualizações

20, 20/30, 2030, daqui, perguntas

  • 0
  • 0
Indústria 4.0. "Daqui a 2, 3, 5, 10 anos vamos ter profissões que hoje nem imagi

As pessoas certas e as competências certas — algumas das quais ainda nem sequer sabemos quais são. A indústria 4.0 coloca um desafio não apenas tecnológico, mas humano às empresas. E a inovação não se faz de cima para baixo, é preciso colocar empresários, professores e políticos a falar a mesma língua, porque a tecnologia não se compadece com os ritmos de uma reposta que antes de sair de Lisboa já vai atrasada.

05 Feb 2020

566 Visualizações

bob, santos

  • 0
  • 0
Vamos ser dominados pelas máquinas?

Tem havido "muito burburinho à volta da inteligência artificial", mas estamos longe de uma "supremacia robótica" em que o humano corre o risco de ser dominado pela máquina. Mas as preocupações estão lá — e ainda bem. Esta é a primeira revolução que somos chamados a discutir em tempo real e as possibilidades comparam bem com os medos e anseios. É essa reflexão que Pedro Saleiro traz ao 20/30. Diz-se otimista (como não?), mas assume que o risco de manipulação é real porque o algoritmo só escala a…

23 Jan 2020

600 Visualizações

20, 20/30, 2030, artificial, até, daqui, inteligência, pedro, perguntas, saleiro

  • 0
  • 0
Vai ser tão estranho usar dinheiro como fazer chamadas num telefone de disco

"Os bancos tradicionais estão ensanduíchados entre as fintech e as bigtech", que é como quem diz entre as novas plataformas de serviços financeiros — mais leves, mais ágeis, que depressa conquistam (grandes) nichos, como aconteceu com a Revolut — e as gigantes tecnologias como a Apple, a Google ou o Facebook. Se pensarmos que notas e moedas serão tão distantes quanto os telefones de disco, é imperativo pensar o dinheiro a dez anos. Ou não fizesse ele o mundo girar. 

21 Jan 2020

906 Visualizações

20, 20/30, 2030, bancos, dinheiro, fintech, lancastre, perguntas, sebastião

  • 1
  • 1
Já imaginou sair de um prédio em chamas a marcar passo?

As alterações climáticas não são um problema de ursos polares, são um problema das pessoas, custam vidas, não há nelas uma dimensão de justiça e são incontornáveis — para bem e para o mal, há um preço a pagar. Quem o diz é Diogo Silva, ativista, um dos rostos da greve climática em Portugal.

10 Jan 2020

531 Visualizações

20, 20/30, 2030, alterações, ambiente, climáticas, diogo, perguntas, silva

  • 0
  • 0
"As pessoas querem que as façamos rir"

"E a partir do momento em que isso deixar de acontecer, vão ouvir outra pessoa". Simples. O humor pode mudar mentalidades, mas não é o seu primeiro objetivo. Tem graça? É para avançar. Mas vale tudo? "Acho que se pode procurar ter uma sociedade mais justa sem que o humor deixe de existir", responde Manuel Cardoso. Uma conversa sobre humor, sobre liberdade de expressão e sobre essa coisa de ser woke (sem cair no exagero).

21 Jan 2020

441 Visualizações

20/30, 2030, cardoso, expressão, humor, liberdade, manuel, perguntas

  • 0
  • 0
As pessoas veem muito mais televisão tradicional do pensam (ou assumem)

Há uma "trepidação, uma alegria" que a Netflix não consegue replicar. Esse é o segredo da sobrevivência da televisão tradicional, diz-nos Pedro Boucherie Mendes. Sim, há novos players no mercado e o futuro pode passar também por um "abasteça aqui o seu depósito e ganhe um mês grátis de HBO". Certo é que nunca teremos tempo de ver todas as séries fantásticas que o futuro trará, mas que isso não seja motivo de angústia. E quanto a uma grande série i…

20 Jan 2020

648 Visualizações

20/30, 2030, boucherie, filmes, mendes, netflix, pedro, perguntas, séries, televisão