lFJ0VIcEpHgrZhODjvmi

Partos de Terra

  • 0
  • 0

Tudo o que nasce, brota da inexistência, e em última instância, do que já morreu. Tudo o que se constrói na natureza do homem/universo/existência, é um saldar de um empréstimo do Cosmos, para com a desconstrução num novo edifício vivo. Esta curta metragem, expõe um alegórico conto, de um escultor que esculpe a vida do que já não vive; quais serão as fronteiras entre o que não vive e a vivência dos vivos?

07 Oct 2007

705 Visualizações

arte, curta, dor, escultura, existência, metragem, microfilmes, morte, nascimento, pintura

Estatísticas do vídeo

Mostrar:

Comentários

Vídeos em Destaque