zlQSLe4ZHWeuIf6crwUC

"Eu não fui o treinador-adepto, eu fui o adepto-treinador"

  • 0
  • 0

André Villas-Boas, treinador do FC Porto na época de 2010/2011, afirma que chegar ao FC Porto foi um oportunidade que surgiu e que sem dúvida tinha de ser aproveitada e que durante a época usou sempre a vantagem de "sentir o clube" e o facto de não ter sido "o treinador-adepto mas sim o adepto-treinador". Defende que "esse período em termos emocionais é indescritível" sendo que ter a possibilidade de ser treinador do clube que é simpatizante e falar com o seu Presidente "é inacreditável".

22 Sep 2018

314 Visualizações

"eu, adepto-treinador", eu, fui, não, treinador-adepto

Estatísticas do vídeo

Mostrar:

Comentários

Vídeos em Destaque