kDWAcWbqhGv7W7aj3ST0

Provedor de Justiça diz que os cortes nos direitos dos reformados "são brutais"

  • 0
  • 0

O Provedor de Justiça acredita que Portugal vai ter de renegociar o memorando da troika, caso o Tribunal Constitucional chumbe normas do Orçamento do Estado. Em entrevista à TSF e ao Diário de Notícias, Alfredo José de Sousa classifica como brutais os cortes previstos no documento e diz que foi por isso pediu a fiscalização de algumas das medidas.

13 Jan 2013

920 Visualizações

sicnot

Estatísticas do vídeo

Mostrar:

Comentários

Vídeos em Destaque