gwK1yvZKaI8tHIz0UzyZ

Trabalhar até à morte - reforma recusada

  • 0
  • 0

A família de uma mulher de 61 anos que morreu na última madrugada está revoltada com a forma como ela foi tratada pela Caixa Geral de Aposentações. Há meses que esta funcionária pública foi dada como muito incapacitada e dependia de terceiros para quase tudo. Tinha uma doença evolutiva e estava já internada em estado muito crítico, mas sempre lhe foram negados os pedidos de aposentação.

27 Feb 2015

919 Visualizações

canal, notícias, porto

Estatísticas do vídeo

Mostrar:

Comentários

Vídeos em Destaque