UzyGzkbePVCOAurDwhGd

"As mortes de mulheres têm de parar", diz juiz

  • 0
  • 0

Foi condenado a 21 anos de cadeia o homem que ontem confessou a morte da ex-companheira, uma dentista brasileira. O crime aconteceu em maio num consultorio médico na baixa de Lisboa. A jornalista Sara Antunes de Oliveira conta que o juiz aplicou esta pena porque o crime tinha na origem um caso de violência doméstica.

14 Jan 2015

561 Visualizações

sicnot

Estatísticas do vídeo

Mostrar:

Comentários

Vídeos em Destaque