JAGRRYY9qVed4CsVoZ9c

Mariscadores parados há três semanas contestam existência de toxina

  • 0
  • 0

Há três semanas que centenas de mariscadores entre Tavira e Montegordo estão impossibilitados de apanhar conquilha. As análises do Instituto Português do Mar e da Atmosfera identificaram a presença de uma toxina. Os mariscadores contestam a interdição por terem dúvidas sobre a origem da amostra usada e lembram que ainda não receberam o fundo de compensação salarial pelos meses em que estiveram parados no ano passado.

18 Jan 2015

2524 Visualizações

sicnot

Estatísticas do vídeo

Mostrar:

Comentários

Vídeos em Destaque