F3jYuRHNVkojzLwM211Z

"Não se vai poder prosseguir ao ritmo que se pretendia a remoção da austeridade"

  • 0
  • 0

Numa análise à notícia avançada de que o Governo vai rever em baixa as previsões de crescimento no PEC, Brandão de Brito lembrou que "desde que o Orçamento do Estado foi aprovado que se colocava a necessidade de rever em baixa" as previsões apontadas por muitos como "optimistas". 15 de Abril de 2016

15 Apr 2016

317 Visualizações

economico, etv

Estatísticas do vídeo

Mostrar:

Comentários

Vídeos em Destaque