784ZEuG6S19w1oTsPw8M

"Bruxelas não se deixou arrastar pela financeirização da política."

  • 3
  • 1

O economista Brandão de Brito faz uma análise à decisão da Comissão Europeia de anular a multa a Portugal. No seu entender "a Comissão Europeia faz uma leitura política dos acontecimentos e não se deixa arrastar pela financeirização da política". O esforço de 450 milhões de euros exido para este ano é, na sua opinião "um reforço" do pedido de consolidação das contas públicas já que os 01,,25% de ajustamento estrutural que Portugal tem de fazer é em 20 pontos assegurado pela cativação definitiva

29 Jul 2016

180 Visualizações

economico, etv

Estatísticas do vídeo

Mostrar:

Comentários

Vídeos em Destaque